Arroz integral X Arroz branco: quais as diferenças?

Risoto de arroz branco: a receita é impossível de fazer com arroz integral

Você já chegou no mercado e ficou na dúvida se comprava o arroz branco, mais comum nos pratos brasileiros, ou o arroz integral, considerado mais saudável? Você não está sozinho, essa dúvida é bem comum.

Mas afinal, o que diferencia de verdade um do outro? Qual a relação entre o arroz integral e o branco? É sobre isso que vamos elaborar mais neste artigo, onde tratamos das suas principais diferenças desde o campo até a sua mesa. Vamos?

Arroz branco X arroz integral: a mesma planta

Arroz, na verdade, é o nome dado a todas as plantas da ordem Oryza, parta da família da gramíneas. Isso mesmo, o arroz é um parente, embora distante, da grama e do capim.

Originárias da Ásia, as plantas dessas espécies conseguem produzir o ano inteiro em zonas tropicais. Existem diferentes espécies, mas a que origina a variedade mais comum de arroz branco é a mesma que produz o arroz integral.

O arroz branco do tipo agulhinha recebe esse nome por ser bem fino. Ele vem da mesma planta que produz o arroz integral vendido no Brasil, mas com a diferença de ter sua casca retirada e passar por alguns processos de polimento. Ele é o favorito por aqui e acompanha vários pratos tradicionais.

Conheça nossa receita mineira de Arroz com Suã!

O arroz integral é mais saudável?

Em geral, o arroz integral é quase sempre apresentado como uma opção mais saudável ao arroz branco. Isso não é necessariamente verdade.

Para começar, a verdadeira diferença entre o arroz branco e o integral é que o segundo possui mais fibras e nutrientes por só ter a casca retirada. O arroz branco, por sua vez, é polido e refinado até ficar com a sua aparência final.

Dessa forma, o arroz integral costuma levar vantagem na hora de ser integrado em dietas que priorizam uma digestão mais regulada.

 Pipoca de arroz integral: o arroz branco não tem fibras o suficiente para se expandir sem esfarelar.

O arroz integral acaba levando vantagem por ter também um índice glicêmico menor. Isso quer dizer que, por ter outros nutrientes misturados, uma parcela menor de seu peso é composta por carboidrato do que no arroz branco.

O arroz branco muitas vezes é polido, o que retira uma parcela maior de seus nutrientes. Porém, a melhor opção é comprar a variedade parboilizada. que é brevemente cozida dentro da casca antes da retirada e acaba retendo vários dos seus nutrientes.

Entre esses nutrientes se destaca a vitamina B1, que ajuda a protejer o sistema nervoso. Durante o processo de cozimento, ela é a que mais se transmite para o produto final.

Cozinhando: diferenças entre o arroz integral e o arroz branco

Existem ainda uma outra diferença entre os dois tipos de arroz: o seu preparo.

Em geral, o arroz integral tem menos amido proporcionalmente do que o arroz branco.

O amido é importante no preparo gastronômico do arroz por ajudar na retenção do sabor dos temperos. Quanto mais amidos, maior é a absorção dos cheiros e sabores. Esse elemento também influencia na cremosidade.

Por ter menos amido, o arroz integral em geral não gruda, mas também não amolece muito. Por isso, o arroz branco é mais utilizado em receitas como sushis e risotos. Se você gosta de um arroz bem cozido e muito macio, a dica do Nilo é cozinhá-lo em mais águas. Se o arroz integral não atingiu o ponto que você quer, coloque mais água e deixe ferver mais!

Sushi feito com arroz branco

Você provavelmente faz o seu arroz diário usando a receita padrão do brasileiro, com alho, cebola e sal. Se tentar repetir a mesma com o arroz integral, vai notar que o sabor dos temperos está menos proeminente. A dica é aumentar um pouco a quantidade.

Alguns outros temperos também são bem comuns de serem usados junto com o grão pelo mundo. Um deles é o curry, tempero indiano facilmente encontrado nos mercados brasileiros e que colore de amarelo o arroz branco.

Tiramos suas dúvidas sobre o arroz branco e o arroz integral? Então que tal dar uma passada no nosso blog e conhecer nossas receitas?