Técnicas de cozinha – Quais são? O que significam?

É super legal ver no Masterchef técnicas de cozinha que fazem uma grande diferença na hora de preparar as refeições. Que tal usar essas habilidades avançadas para fazer alguns pratos em casa?

Não é tão complicado quanto parece. E para ajudar, nós vamos te apresentar algumas técnicas de cozinha simples de aplicar e ainda indicar em quais pratos você pode usá-las. Gostou?

Então vamos lá!

Chef aplicando técnicas de cozinha

Técnicas de cozinha do dia a dia

Algumas técnicas de cozinha já fazem parte do seu repertório e talvez você nem saiba disso! Por exemplo: você com toda certeza já preparou algo empanado. O empanamento é uma técnica de preparo para fritura que ajuda manter a proteína protegida durante o aquecimento.

Outras técnicas de cozinha comuns que você provavelmente já usa são: as de corte, as de limpeza, o mis en place, o pré-aquecimento de superfícies para preparo dos pratos, o choque térmico, dentre outras. Para incrementar ainda mais seu dia a dia na cozinha, confira nossa lista e mãos à obra!

Clarificação de caldo

Sopa clara: para clarificar o caldo base da sopa, é preciso conhecer técnicas de cozinha

A ideia aqui é tirar a aparência turva do caldo de carne,para que fique apenas um líquido translúcido e bonito. Para fazer uso dessa técnica, prepare uma clara de ovo bem batida como se fosse fazer omelete. Coloque essa clara no caldo junto aos outros ingredientes, como carne moída e legumes, e leve ao fogo.

Quando o caldo ferver, deixe a clara endurecer e mexa até que ela forme uma crosta na superfície. Retire toda a camada que ficar por cima com uma escumadeira e depois passe o caldo numa peneira fina coberta com um pano. O resultado será um caldo claro ou translúcido e muito apetitoso.

Testando o frescor do ovo

Ovos: técnicas de cozinha permitem saber se o produto é fresco.

Essa é uma daquelas técnicas de cozinha que permitem verificar se o ingrediente escolhido está bom para o uso. Esse é um truque útil sobretudo no caso do ovo: por conta da casca, fica difícil determinar se ele está ou não estragado, e um ovo podre pode arruinar uma receita inteira!

Para não correr esse risco, basta fazer um teste enchendo um copo de água e colocando o ovo dentro. Se o ovo afundar, é porque ele ainda está fresco; se ele flutuar um pouco, sem alcançar a superfície, quer dizer que ele está começando a estragar, mas ainda pode ser aproveitado.

Quando o ovo flutua completamente é um sinal de que ele está velho e é melhor jogar fora.

Limpeza e descamação de peixe

Peixes prontos para serem limpos através de técnicas de cozinha

A limpeza e a descamação do peixe são duas técnicas de cozinha muito antigas, mas essenciais até hoje.

Antes de realizar essas técnicas de cozinha, é importante verificar se o peixe está fresco. Isso é feito pela observação da cor dos olhos do animal: se estiverem muito amarelados ou avermelhados, o peixe pode estar começando a estragar.

Para começar a limpeza, use uma tesoura de cozinha para cortar as barbatanas da barriga e das costas. Depois, comece a descamar usando uma faca de cozinha. Passe a lâmina pelo animal usando o lado sem corte, sempre saindo do rabo na direção da cabeça.

Para limpar as entranhas, faça um corte reto na barriga do peixe e puxe as vísceras para fora e descarte; elas não servem nem para fazer caldo. Com uma colher de sopa, raspe os dois lados da parte de dentro do peixe para tirar os vasos sanguíneos também, que podem amargar o peixe durante o preparo.

Usando o bouquet garni

Bouquet Garni: uma técnica de cozinha que ajuda a dar sabor a molhos e sopas.

O bouquet garni, também conhecido como ramo de cheiros, é uma forma de temperar caldos, sopas e molhos sem que as ervas usadas atrapalhem na hora do consumo ou interfiram na textura do prato. Para uso dessas técnicas de cozinha, você vai precisar de um barbante gastronômico ou algum outro fio de algodão.

Usando o barbante, amarre as ervas que pretende usar para condimentar e deixe bem apertado. O ideal é não usar ervas pequenas ou que soltam folhas. Depois é só deixá-las em imersão na panela e retirar antes de servir.

Tipos de corte

Homem cortando salmão

As diferentes formas de cortar carne ou legumes já são consideradas técnicas de cozinha. Se você quiser saber mais a respeito delas e como incorporá-las no seu dia a dia, temos um artigo inteirinho dedicado ao assunto.

Empratamento

Prato organizado de forma estética: o empratamento é um conjunto de técnicas de cozinha voltadas ao design.

O empratamento faz parte das das técnicas de cozinha que ajudam a servir o prato de forma mais bonita que mistura a escolha das louças, a disposição dos alimentos, e combinação de texturas, cores e sabores.

Embora pareça sofisticado, algumas técnicas são simples de entender e aplicar. Usar uma folha de manjericão ou alguma outra erva já é um começo!

Por exemplo: se for servir uma carne com molho, deixe a carne no centro do prato. Com o molho mais grosso, faça desenhos ao redor da peça em vez de simplesmente colocar ao lado. Se o molho for mais aguado, regue a carne com ele.

Tente brincar com o arranjo dos elementos no prato, sempre pensando na melhor forma de deixar tudo harmônico e atraente para quem vai comer. Se for colocar legumes, coloque-os no formato de formas geométricas e também a carne em formatos especiais.

Engrossando sopas com tutano

Sopa engrossada com tutano

O tutano dos ossos dos bovinos é uma proteína que dissolve bem na água e ajuda a engrossar e dar sabor às sopas. Para engrossar a sopa com tutano, basta deixar os ossos dentro da água e retirar antes de servir.

Existem outras técnicas de cozinha semelhantes para quem não conseguir comprar os ossos, como dissolver maizena no líquido até atingir a consistência desejada.

Algumas técnicas de cozinha não são nenhum desafio para quem quer aprender a cozinhar melhor. Entretanto, é preciso praticá-las até dominar o uso.

Se quiser conhecer mais técnicas de cozinha e dicas de como preparar os melhores pratos, confira nosso blog!