Receita de vaca atolada com costela

A vaca atolada com costela é um prato delicioso da cozinha mineira. Com um caldo forte e bem grosso, a carne que quase derrete na boca e a mandioca bem cozida, o prato é como diz o lema de Minas Gerais: quem conhece não esquece jamais.

O preparo da vaca atolada não é muito complicado. Ele só tem alguns pontos que você precisa se atentar. Como todo bom prato mineiro, são alguns truques que você adquire com a prática que fazem o caldo – que nem parece caldo – ficar maravilhoso.

O Nilo tem alguns desses segredos guardados na manga. Continue a leitura para conhecer nossa receita de vaca atolada com costela! Vamos lá?

 

Tradição mineira

A vaca atolada é uma receita mineira que já conta com anos e anos de tradição. Reza a lenda que ela tem esse nome por conta dos caldos que os vaqueiros faziam durante o translado de gado. Quando uma vaca atolava por conta das tempestades, dava tempo para fazer um caldo de costela com mandioca para espantar o frio.

Berrante

De qualquer forma, a vaca atolada com costela pode ter esse nome justamente por ser um prato tradicionalmente bovino em um ensopado bem espesso. Muito comum em festas juninas, a vaca atolada com costela é perfeita para vencer o friozinho do inverno que vem chegando em Minas em junho, julho e agosto.

A vaca atolada com costela não é um prato difícil de preparar, mas ele invariavelmente vai levar bastante tempo. Sua principal característica é o caldo grosso, obtido através do cozimento da carne até quase se desfazer, o tutano que se desprende dos ossos e a mandioca que, de tão cozida, se transforma em um pouco de purê.

 

Segredos da cozinha mineira

Para fazer uma vaca atolada com costela realmente digna da tradição mineira, você precisa se atentar ao seu preparo com muito cuidado e entender que realmente vai levar bastante tempo para preparar tudo.

Vaca Atolada

Tudo começa antes. Escolha uma peça com uma quantidade moderada de gordura, não pode ser muito mas também é aconselhável que ela tenha uma boa quantidade. No dia anterior, faça um preparado de temperos e deixe marinando a noite inteira, igual a gente explicou no artigo sobre o preparo do pernil a pururuca.

Depois, com a carne bem temperada e marinada, o próximo segredo é deixar os ossos da costela. Com isso, você garante um caldo muito mais grosso. O próximo segredo você encontra no modo de preparo. Está curioso? Continue a leitura para saber mais!

 

Receita de vaca atolada com costela

Para temperar a carne e deixá-la marinando, você vai precisar de:

  • 1 quilo de costela;
  • 1 cabeça de alho;
  • 1 cebolas inteiras;
  • Cheiro verde à gosto;
  • Pimenta do reino à gosto;
  • Sal a gosto;

Você também pode experimentar outros temperos, como a salsa desidratada, o tomilho, o cominho e outros temperos caseiros ideais para carnes vermelhas.

Já tem a carne temperada e marinada? Então vamos começar a receita de vez!

 

Você vai precisar de:

  • 1 quilo de costela bovina previamente temperada;
  • 1 quilo de mandioca crua;
  • 3 colheres de sopa de óleo;
  • Meia cabeça de alho;
  • 1 cebola inteira;
  • 1 pimentão verde;
  • Meia colher de chá de pimenta do reino;
  • Meia colher de chá de tomilho;
  • Pimenta a gosto.

 

Como preparar?

Nós recomendamos que você cozinhe a carne na panela de pressão ao invés de deixá-la cozinhando na panela de pedra. Coloque a carne marinada em uma panela de pressão e deixe por uma hora cozinhando com uma boa quantidade de água.

Em uma panela a parte, deixe a mandioca cozinhando bastante até que ela abra e comece a desfiar. O processo pode demorar, mas olha um segredo: enquanto a mandioca está cozinhando na água fervente, jogue um copo de água bem gelada para fazer um choque térmico. Com isso você consegue deixar a mandioca mais aberta e desfiando mais rápido.

Com a carne pronta e a mandioca também, frite todos os ingredientes em uma panela de ferro. Quando tudo estiver bem frito, adicione água e deixe cozinhar. Se a mandioca estiver bem cozida, quase virando purê, espere uns 20 minutos para adicioná-la. Quando o caldo estiver bem grosso, é hora de servir! Polvilhe cebolinha por cima e aproveite sua vaca atolada com costela!

 

Gostou dessa receita? Temos muito mais esperando no blog do Nilo. Venha nos acompanhar!