Hambúrguer e almôndega: como preparar os clássicos da carne moída

Se tem uma carne que pode ser servida em qualquer ocasião e de várias formas diferentes, é a carne moída!

Além de ser super prática, ela rende pratos deliciosos como o hambúrguer e a almôndega. Mas você sabe qual é o melhor corte e como preparar essas receitas de dar água na boca?

Descubra com a gente!

Mãos preparando carne moída para hambúrguer e almôndega. Em segundo plano, tigela metálica sobre uma mesa de madeira.

Escolhendo a carne para hambúrguer e almôndega

O primeiro passo para escolher a melhor carne é optar por um açougue de confiança, que trabalhe com cortes de qualidade e moa a carne na hora, de preferência três vezes para ficar bem grudadinha e dar mais consistência na hora de preparar o hambúrguer e a almôndega.

Hambúrguer

Tudo vai depender do momento em que o hambúrguer será preparado. Se você for fazer hambúrgueres artesanais mais elaborados para um jantar de sábado à noite, por exemplo, vale muito a pena apostar em blends de carnes que vão realçar ainda mais o sabor, como a picanha e a fraldinha.

Para as receitas do dia a dia ou até mesmo para congelar e ir fazendo aos poucos no almoço ou em um jantar mais rápido, prefira cortes como patinho e coxão duro. Eles possuem um custo-benefício mais acessível e não deixam nada a desejar na hora de preparar o hambúrguer.

Almôndega

Já para as almôndegas, os melhores cortes são aqueles que não possuem muita gordura, pois as mais gordas podem deixar a carne moída com uma aparência não muito agradável, ficando esbranquiçada, e isso se reflete no sabor e na consistência da almôndega pronta.

Sendo assim, o patinho é um dos cortes preferidos para fazer almôndegas, seguido do coxão mole, coxão duro e até mesmo o lagarto.

E como preparar as carnes?

Imagem em close de três hambúrgueres assando em uma grelha sobre o fogo.

Vamos lá! Assim como escolher os melhores cortes para fazer hambúrguer e almôndega não tem segredo nenhum, com o preparo das carnes não é diferente.

Para essa etapa, você vai precisar de atenção e dicas infalíveis de temperos que vão fazer toda a diferença. Seja para o hambúrguer ou para a almôndega, é preciso calma e paciência para moldar a carne no formato certinho de cada receita.

Cuidado para não amassar muito a carne e criar fissuras, pois isso fará com que ela abra na hora de assar ou fritar, prejudicando o resultado final.

Tempero na medida certa

Muita gente prefere adicionar o tempero à carne moída crua, mas essa não é a melhor forma, já que temperar antes pode desidratar a carne, tirando a sua suculência.

Algumas pessoas preferem misturar todos os ingredientes na receita, como a cebola, o alho e a pimenta. Não é errado, mas quando você usa somente o sal e uma pimenta-do-reino na hora de fritar, grelhar ou assar, o sabor da carne fica muito mais realçado!

Você também pode acrescentar outros ingredientes à sua receita para deixá-la ainda mais completa. Aqui no Nilo, nós utilizamos bacon para rechear nossas almôndegas artesanais. Afinal, tudo que tem bacon fica mais gostoso, não é?

Aposte em alguns recheios que vão deixar tanto a almôndega quanto o hambúrguer bem suculentos, como o queijo e a calabresa, que também são ótimas opções para fazer carnes recheadas.

Fritar, grelhar ou assar?

Para a almôndega

Nesse caso, há receitas para todos os gostos. A almôndega assada é uma das nossas preferidas e fica uma delícia, pois a carne não desidrata totalmente e continua suculenta. Quando recheada com queijo, então, ela fica irresistível!

Tigela branca com várias almôndegas e alguns ramos verdes decorativos acima. Ao fundo, uma tigela menor com molho vermelho.

Aprenda a fazer uma receitinha rápida de almôndega ao forno:

  • ½ kg de patinho moído;
  • 1 cebola bem picada;
  • 2 dentes de alho amassados;
  • 1 ovo;
  • 1 xícara (chá) de farinha de rosca;
  • Queijo muçarela em cubos para rechear;
  • Sal, pimenta-do-reino e cheiro verde a gosto.

Comece misturando todos os ingredientes em um recipiente e faça bolinhas de carne moída. Aperte o meio da bolinha com um dedo, fazendo um buraco para rechear com um cubinho de queijo. Feche o buraco, cobrindo o queijo com mais um pouco de carne e coloque em um tabuleiro com papel manteiga untado.
Depois, é só levar ao forno médio por aproximadamente 20 minutos e esperar até dourar.

Para o hambúrguer

Essa etapa é uma das mais importantes para o preparo do hambúrguer. O ideal é que você tenha em casa, além da frigideira, uma chapa de fogão. Ela permite selar as bordas da carne sem cozinhar totalmente por dentro.

Não precisa ser nada muito profissional. É uma chapa de ferro fundido que você coloca sobre a chama do fogão mesmo e prepara o hambúrguer. Caso prefira fazer na frigideira por questões de praticidade, também dá certo, só vá controlando a temperatura para evitar que ele queime por fora sem atingir um ponto adequado para consumo.

Sanduíche sobre uma mesa, com pão, maionese, hambúrguer, queijo, cogumelos e rúcula. Ao fundo, pote com ketchup.

Aprenda a fazer uma receitinha rápida de hambúrguer na chapa:

Deixe a chapa esquentando e quando ela estiver bem quente, coloque um hambúrguer por vez, contando 2 minutos de espera entre cada hambúrguer, para não perder a temperatura.

Aperte o hambúrguer de leve contra a chapa, fazendo uma pequena pressão para auxiliar no seu cozimento interno. Não mexa o hambúrguer, deixe-o na mesma posição por uns 5 minutos de cada lado.

Quanto mais tempo ele ficar no fogo, mais bem passado ele estará. Muito cuidado com isso, pois o hambúrguer tostado pode perder parte do sabor e da textura!

Use apenas o sal e, no máximo, um pouco de pimenta-do-reino na hora de temperar o hambúrguer selado. Se preferir, cubra com queijo prato ou muçarela antes de tirar do fogo. Vai ficar incrível!

Não deixe de fazer acompanhamentos deliciosos para servir junto com o hambúrguer e a almôndega. Veja dicas e receitas no blog do Nilo que podem te ajudar a preparar os pratos!