Como fazer tempero caseiro?

Ter um tempero caseiro na cozinha é muito bom para te ajudar no preparo de qualquer refeição, dando aquele toque todo especial e personalizado para os seus pratos.

Mas como fazer um bom tempero caseiro? Quais são as misturas ideais, o que pode ser usado no dia a dia e quais são os temperos ideais para refeições mais elaboradas?

Tudo isso a gente explica neste post. Vamos com a gente?

 

Tempero caseiro básico para o dia a dia

Comer em casa é mais saudável, mais barato e muito mais agradável do que comer sozinho em restaurantes. Juntar a família ao lado da mesa para compartilhar uma refeição é um dos melhores momentos do dia.

 

como fazer tempero caseiro

 

Porém, sofrer picando alho e cebola em toda refeição pode tornar a tarefa um pouco chata, o que já desestimula muita gente a prepará-las. Imagine, você chega do trabalho depois de um longo dia e ainda tem que passar uma hora picando cheiro verde, alho e cebola?

Para resolver esse problema, tenha um tempero caseiro básico para ser usado no dia a dia familiar, ou só pra você mesmo, caso more sem mais ninguém. Esse é um dos temperos caseiros mais simples de se fazer.

 

Os ingredientes são: 

  • 2 cebolas;
  • ¼ xícara de chá de óleo;
  • 15 dentes de alho;
  • ½ maço de cheiro verde;
  • 1 colher de sopa de sal.

Misture tudo isso no triturador ou no liquidificador mesmo até formar uma pasta bem homogênea, sem muitos pedaços de cebola ou alho. Depois, é só colocar em um pote de vidro e guardar na geladeira.

Esse tempero é ótimo para temperar praticamente tudo com facilidade e praticidade, e aguenta até 3 meses se refrigerado. Mas se você quer mesmo é um tempero especial…

 

Tempero caseiro para carnes vermelhas

Para pratos mais elaborados, é interessante usar um tempero caseiro diferente, mais voltado para a realidade do ingrediente.

 

como fazer tempero caseiro 2

 

Para carnes vermelhas que vão ao forno, esse tempero caseiro traz um toque de picância e um sabor bem exótico, mas ao mesmo tempo com um leve toque familiar trazido pela combinação dos grãos de mostarda com a páprica e a pimenta do reino.

Você vai precisar de um pilão para triturar as sementes e misturá-las bem, pois é necessário um desprendimento mais lento para que o tempero adquira o seu sabor característico.

 

Os ingredientes são:

  • 4 colheres de chá de semente de mostarda;
  • 1 colher de chá de pimenta do reino;
  • 2 colheres de sopa de páprica picante;
  • 3 colheres de chá de sal.

Esse tempero caseiro é diferente do anterior, para o dia a dia, pois não é uma pasta, mas sim um pó. Portanto, ele pode ser guardado por mais tempo, desde que fique em um local sem umidade.

Sua aplicação depende do quanto você gosta de carnes vermelhas bem temperadas. Esse tempero caseiro é relativamente forte, mas também nada muito extravagante.

Para quem gosta de uma carne bem temperadinha, pode cobrir o bife ou a peça por completo, fazendo pequenas incisões para que o tempero caseiro se fixe bem na carne.

A receita desse tempero é da chef Babi Nunes, que o apresentou na sua receita de rosbife aqui para o blog do Nilo.

 

Tempero caseiro para grelhados em geral

Vai grelhar um filézinho de frango mas o alho escapa e ele fica sem graça? A gente resolve pra você com esse tempero caseiro especial, bem sofisticado e com todo o frescor do tomilho.

 

como fazer tempero

 

Os ingredientes são:

  • ½ xícara de chá de sal grosso;
  • 2 colheres de sopa de páprica doce;
  • 2 colheres de chá de canela em pó;
  • 3 galhos de tomilho.

Você pode fazer esse tempero no pilão ou no modo pulsar do liquidificador, mas nós recomendamos o processo manual para uma fixação melhor do sabor. Separe as folhas do tomilho dos galhos e vá batendo até o sal grosso se triturar. O atrito dos cristais com as folhas irá esmagá-las e liberar o seu sabor.

O resultado também deve ser um pó bem uniforme.

Viu só como é fácil fazer o seu próprio tempero caseiro? Eles vão te ajudar muito nas suas rotinas de preparo de alimentos na cozinha. Tem algum outro tempero caseiro que só você conhece? Conte pra gente no Facebook do Nilo!